terça-feira, 27 de junho de 2017

Consegues escolher uma bebida em menos de dez minutos?

Se nos lembrarmos do início dos anos 90, pensamos automaticamente que vivíamos na idade da pedra. A televisão tinha dois canais e não dava para parar ou recuar sete dias. Qualquer pessoa que tivesse um computador parecia vinda do futuro e muito mais inteligente do que as demais, e só a ideia de poder ligar os computadores em rede podia provocar um esgotamento ao cidadão comum. Telefone, só ligado à corrente e, para mandar uma mensagem, ia-se aos CTT e mandava-se um telegrama. Uma viagem entre Braga e Lisboa demorava uma eternidade e implicava uma tamanha distorção no eixo espácio-temporal que era como aqueles filmes do espaço, em que uma personagem regressa de uma missão e reencontra um familiar demasiado envelhecido. Ir a Espanha tinha qualquer coisa de filme de James Bond, uma vez que implicava controlo fronteiriço.

Apesar de todas estas enormes desvantagens, havia uma simplicidade apaixonante naqueles tempos. Por exemplo, quando as pesssoas iam ao café, era fácil escolher. Hoje, há tantas opções possíveis que para ir ao café em Junho, é melhor começar a estudar a gama de produtos em Abril.

(Camila Tamara Silva Sepúlveda/Flickr)

- Boa noite.

- Boa noite. Queria um café, por favor?

- Normal, duplo, mocha, cappuccino, pingado…?

- Um café, café, por favor.

- Prefere um lote arábica, robusta ou uma mistura?

- Ah?!

- O café arábica tem menos cafeína, mas tem um sabor mais intenso. O robusta, por seu lado, fica mais cremoso.

- Pode ser um arábica.

- Prefere espresso, curto ou ristretto?

- Qual é a diferença?

- A quantidade de líquido. O expresso tem…

- Olhe, traga meia chávena, seja lá qual for o nome.

- Prefere um café sem início?

- Ah?

- Há pessoas que preferem que o café não tenha a primeira porção de líquido que sai da máquina.

- Olhe, comece a deitar na chávena logo ao começar a sair da máquina. Sabe que mais? Desisti do café. Quero um chá.

- Branco, verde, preto, limão, cidreira, camomila, tília, menta?

- Nem sei… Tem água com gás?

- Sim. Com muito ou pouco gás?

- Há águas com pouco gás? Tem águas com quase nenhum gás?

- Não, só com muito ou com pouco gás.

- Quero com muito gás. Traga a que tiver mais bolhinas. Pode contá-las.

- Com ou sem sabores?

- Pode ser com sabores.

- Limão, framboesa, pepino?

- Olhe, tem cerveja?

- Claro. Prefere industrial ou artesanal?

- Qual é a diferença?

- A cerveja artesanal é mais intensa e aromática.

- Pode ser artesanal.

- Loira, ruiva ou preta?

- Só três cores? Não há gamas intermédias? Que desilusão… Se calhar, prefiro um gin.

- Tem preferência por alguma referência?

- Qualquer um.

- Que tipo de botânico quer a acompanhar? Quer lima, limão, laranja?

- Olhe, traga-me um copo de vinho.

- Branco ou tinto?

- Tinto.

- Verde ou maduro?

- Maduro.

- Tem preferência por região?

- Douro.

- Alguma casta preferida? Touriga nacional, touriga franca, tinta toriz, tinta barroca?

- Chega! Desisto! Traga-me um copo de água.

- Mineral ou da torneira?

Sem comentários:

Enviar um comentário