sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Pessoas que precisam de tudo

Existem pessoas a quem tudo dava jeito. Não percebeste? Então não escrevo mais.

Escrevo, escrevo.

Não conheces alguém que, seja qual for o artigo de que lhe fales, te responde: “Olha, por acaso, dava-me jeito um/a”? Eis algumas situações possíveis, com estas pessoas.

(Axion23/Flickr)

Compras um casaco
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Vem aí o frio e a chuva e o meu casaco está velho.”

Compras uma rebarbadora
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Ando a precisar de fazer umas obras lá em casa e precisava mesmo de uma rebarbadora.”

Compras um computador
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Ando a precisar de fazer uns documentos para o trabalho e o meu computador já está muito lento.”

Compras um porco
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Ando a precisar de fazer alguma charcutaria e sem porco é mais complicado. Precisava mesmo de um.”

Compras um Ferrari
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Tenho que fazer muitos quilómetros no meu trabalho e com um super-desportivo fazia-os mais depressa.”

Compras uma nave espacial
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Ando a precisar de visitar outros lugares do Sistema Solar, para desanuviar, e precisava mesmo de uma nave.”

Compras o Benfica
“Olha, por acaso, dava-me jeito. Ando a precisar de alguma coisa para me distrair ao fim-de-semana e ter um clube de futebol vinha mesmo a calhar.”

O truque, com estas pessoas, é omitir as compras e perguntar se falta alguma coisa.

- Não, pá, felizmente, tenho tudo do que preciso. É uma sorte.

- Tens a certeza?

- A sério. Pronto, se calhar, precisava de quem me perguntasse se preciso de alguma coisa, para perceber como sou feliz. E como preciso de uma rebarbadora.

Sem comentários:

Enviar um comentário