Pessoas que não podem ir ao espaço

A empresa britânica Virgin criou um programa de turismo espacial. Uma nave espacial desenvolvida para o referido programa despenhou-se, Sexta-feira, durante um voo de teste. Richard Branson, o proprietário da Virgin, mostrou-se “profundamente entristecido” com o acidente mas afirmou que o programa de turismo espacial é para manter. Vinte pessoas já desistiram da viagem, desde Sexta-Feira, e pediram o reembolso. Nenhum dos desistentes é português.

(Kyle/Flickr)

Isto é o que foi noticiado. Agora, vamos ao que o “Texto Incompleto” conseguiu apurar.

A esmagadora maioria dos portugueses que não desistiram deu uma explicação óbvia: “Viajamos nas estradas portuguesas diariamente, toda a gente sabe que isso é muito mais perigoso do que ir ao espaço numa nave desenvolvida por uma empresa sem qualquer experiência em viagens espaciais".

Quanto aos desistentes, consegui apurar os motivos de alguns. Nenhum deles relacionou o acidente de Sexta-feira com a desistência. Os entrevistados pediram para a identidade ser omitida, pelo que vou numerá-los.

Desistente 1
“Nesse dia, tenho dentista, e li na net que ir ao espaço com um molar careado pode aumentar as dores em 655%. Assim, não justifica ir ao espaço."

Desistente 2
“Tenho uma despedida de solteiro. O noivo nem é grande amigo, mas é sempre uma oportunidade de acabar num bordel e, quem sabe, não pagar.”

Desistente 3
“Olha ali um monstro!” (Olhei para trás e, quando voltei a olhar para a frente, o Desistente 3 tinha desaparecido.)

Desistente 4
“Vou entrar num torneio de Sueca e a final calha nesse dia. Como a minha equipa tem boas hipóteses de ganhar, vou ficar por cá. Ainda por cima, o prémio são dois presuntos.”

Desistente 5
“Houve um acidente numa nave, na Sexta? Nem sabia. Eu cancelei a viagem porque quero comprar o iPhone 6 e preciso de uns trocos.”

Desistente 6
“Tenho um churrasco, cá em casa, que coincide com um jogo do Benfica. Liguei para os gajos para saber se dava para ver o Benfica, na nave. Não dá, não vou.”

Desistente 7
“No meu horóscopo dizia ‘Evite viagens longas’.”

Desistente 8
“Descobri que o meu lugar era na asa. Não trocaram, agora também não quero.” Disse ao Desistente 8 que tinha havido mais desistências, pelo que, agora, talvez pudessem trocar de lugar. Obtive a seguinte resposta: “Olha ali um monstro!” (Olhei para trás e, quando voltei a olhar para a frente, o Desistente 8 tinha desaparecido.) 

Comentários