terça-feira, 9 de setembro de 2014

Pessoas que desarrumam tudo

E aquelas pessoas que desarrumam tudo nos centros comerciais? Mexe, remexem, se encostam, se enroscam…

Espera, isto é a letra de uma música do Marco Paulo.

(RyanP77/Flickr)
Aquelas pessoas que mexem em tudo e não compram nada. Se pudessem, levavam uma retroescavadora e tiravam os carros todos do lugar, no parque de estacionamento. Depois de estacionar, encontravam um lugar melhor e lançavam novamente o caos, para estacionar naquele lugar. Iam à loja dos gelados e lambiam todos os sabores, antes de escolher. Deitavam todos os perfumes da perfumaria e conseguiam expulsar os outros clientes do centro comercial, dada a intensidade quase mortífera do cheiro que dali resultaria.

Sempre sem comprar.

Iam à loja de desporto e chutavam todas as bolas para o exterior da loja.

Confesso que adorava fazer isso!

Iam a uma livraria e começavam a ler os livros todos. Ao fim de três páginas, percebiam que tinham mesmo que ler tudo, se quisessem saber a história, e pousavam os livros. Fora do lugar.

E se este conceito fosse levado para fora dos centros comerciais?

Haveria pessoas que experimentariam todos os parceiros possíveis para ter uma relação.

Hmmm, já existem pessoas assim.

Haveria pessoas que sairiam à noite e beberiam tudo.

Hmmm, já existem.

Haveria pessoas que, a ouvir música, não deixariam nenhum tema acabar, por estarem sempre a mudar.

Hmmm, já existem.

Haveria pessoas que, se fossem para o Governo, tentariam todo o tipo de soluções, ao sabor da opinião pública.

Hmmm, já existem.

Haveria pessoas que, a treinar equipas de futebol, nunca saberiam quem escolher.

Hmmm, já existem.

Haveria pessoas que diriam tudo e o seu contrário.

Hmmm…

Estamos cercados por pessoas que desarrumam tudo. Escondam as retroescavadoras!

Sem comentários:

Enviar um comentário