quarta-feira, 30 de julho de 2014

Dez coisas a evitar num encontro

Uma senhora chamada Natasha Devon, que estava solteira havia 18 meses, aceitou o conselho das amigas e inscreveu-se num site de encontros. Depois de ter conhecido cerca de 60 homens, com idades compreendidas entre os 23 e os 65 anos, resolveu escrever um artigo, no “The Telegraph”, acerca dos dez erros mais comuns cometidos pelos homens em encontros. Vou comentar a lista, erro por erro.

(kevin dooley/Flickr)

1. Não ter um plano.
OK, um gajo não ter um plano é mau. Mas, meninas, tentem ajudar no processo: não se comportem como se fosse igual levar-vos a um restaurante gourmet, a uma churrasqueira ou a uma barraca de cachorros. Porque, se é, mais vale avançar logo para o sexo.

2. Perguntar: “Como é que uma rapariga bonita como tu está solteira?”
Em contrapartida, meninas, não perguntem no que nós reparámos em vocês, quando vos conhecemos. Vamos ter que responder “o olhar” ou “o sorriso” e é mentira: foi nas mamas ou no rabo.

3. Admitir que está nervoso
Já as mulheres podem fingir que estão nervosas. Só porque ficam fofas.

4. Agir como se não se importasse
É mais foleiro do que não nos importarmos mesmo. Porque, ao contrário do que acontece com as mulheres, nós somos péssimos a fingir.

5. Brincar com o telefone
É como brincar com a maquilhagem.

6. Fazer uma pergunta e, assim que a resposta chega, mostrar-se desinteressado
Tradução: devemos evitar fazer perguntas.

7. Dizer: “Conta-me algo sobre ti que ninguém saiba”
Meninas, em compensação, não nos digam “vou contar-te isto, mas olha que não conto a ninguém”. Vão parecer as bandas que dizem que nós somos um público especial: dizem-no a toda a gente.

8. Avaliar o encontro enquanto este ainda está a decorrer
Tudo em nós avalia o encontro enquanto ele decorre. Mas podemos fazê-lo sem o referir. É como quando alguém diz algo constrangedor, num jantar de família: o constrangimento chega, não é preciso dizer nada.

9. Dizer mal de outros encontros em que já esteve
Meninas, nós não queremos saber de outros encontros. Até porque, muitas vezes, nem queremos saber daquele em que estamos.

10. Falar ou perguntar pelo ex
Nem é muito grave, comparado com outras coisas. Como, por exemplo, alguém peidar-se num encontro.

Sem comentários:

Enviar um comentário